Servidores do Legislativo (do Goiás) poderão trabalhar em home office


#1

Segundo Hélio de Sousa, autor do projeto, somente cerca de 0,5% dos servidores se encaixarão nos critérios necessários. “Apenas procuradores e alguns profissionais de comunicação se enquadrariam”, esclareceu à Alego.